20 de agosto de 2019

Vai ao Multibanco? Muita atenção às burlas com skimmers

Em tempo de férias é normal que a afluência aos pontos de Multibanco seja maior! Aproveitando tal cenário, os burlões têm os mais diversos esquemas para conseguir obter “dinheiro fácil”. Um dos esquemas que continua a ser muito popular em Portugal é a clonagem de cartões usando para isso skimmers.



Se for a um Multibanco, esteja atento à existência de skimmers. A técnica é aparentemente simples e eficaz! Na ranhura onde se colocam os cartões de crédito e débito, os burlões colocam um dispositivo capaz de ler as bandas magnéticas (skimmers) e que tem também incluída uma minicâmara para registar o código PIN introduzido.

Toda a operação, por parte dos burlões, é controlada à distância uma vez que o dispositivo comunica normalmente por Bluetooth ou Wi-Fi.



App Card Skimmer Locator – deteta skimmers?

Chama-se Card Skimmer Locator e, segundo o autor, consegue detetar skimmers nas redondezas. Apesar de não ser 100% eficaz, esta app faz um varrimento ao nível do Bluetooth, em busca de dispositivos BLE (Bluetooth Low Energy).


Mais eficaz que a app é sempre a inspeção de quem usa o Multibanco. Antes de introduzir o cartão, verifique que a ranhura faz mesmo parte do Multibanco e se não é um equipamento removível.

No caso de detetar um skimmer no Multibanco, contacte de imediato as entidades Policiais. Poderá também informar de imedaito a SIBS. De acordo com o Código Penal, a contrafação de moeda (que equivale à fraude do cartão clonado) é um crime punível por lei através do artigo 262º, nº 1.